trabalhadores do lixão lotam Câmara, em busca de soluções para às famílias desempregadas

Durante a reunião ordinária da terça (11) na Câmara municipal, os trabalhadores da reciclagem do lixão estiveram acompanhando e cobrando ações para a implantação da cooperativa. Durante a reunião o secretário de Administração de Sairé, Wends Oliveira, abordou como conseguiu tornar o lixão da cidade em referência para Pernambuco e apresentou alternativas para a situação da crise.

A principal queixa dos catadores é que a prefeitura de Bezerros desativou o lixão e deixou várias famílias desassistidas. “Nunca ligaram para nossa saúde e agora querem a gente passando fome” reclamou uma das líderes de um  conselho criado para a luta dos catadores.

O tema é bastante complicado, a desativação do lixão é uma obrigação aos municípios por força da lei, porém se faz necessário o estudo financeiro e os impactos aos que sobrevivem da reciclagem, o que oportuniza o município a economizar com a implantação da cooperativa e ao mesmo tempo enfrentar a dura realidade das intervenções necessárias.

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Anúncios

advertisement advertisement advertisement advertisement